Tags

,

Acabou de ocorrer, aqui em Vitória, a vigésima terceira edição do festival de cinema. Diversas amostras e afins, propiciando a cena local alguma visibilidade. Mas não é sobre o festival em si que quero comentar.

Durante o evento aconteceram diversas oficinas, dentre as quais participei da sobre crítica cinematográfica. Um espaço riquíssimo, com ótimas pessoas que começam a se mobilizar para dar continuidade ao que foi construído durante a oficina ministrada por André Dib. Podem aguardar algum projeto por vir. Tenho muito a agradecer a todos que participaram, mas principalmente a André que, além de grande professor, se pôs a nos ouvir e debater em par de igualdade, como um amigo.

A oficina requeria que produzíssemos dois textos sobre filmes do festival. Uma destas, que votamos como a melhor, de Luciana Molina, será publica no jornal A Gazeta no próximo sábado, salvo engano. Mas, me propus o desafio de escrever um texto para cada dia que acompanhei, resultando em cinco ao final que compartilho aqui.

Antes de tudo, todos os textos produzidos na oficina estão publicados neste blog: https://oficinadecritica.wordpress.com/tag/festival-de-vitoria/

Minhas contribuições: https://oficinadecritica.wordpress.com/tag/arthur-almeida/

Anúncios